70% da experiência do cliente no PDV está relacionada ao estímulo audiovisual

virgilio-rocca

As pesquisas recentes em neurociência e psicologia estão mostrando que a comunicação mais eficiente é aquela que fala aos elementos mais emocionais do interlocutor. Isso porque ela impacta não só o consciente racional, mas também o inconsciente de quem recebe a mensagem, acionando assim os gatilhos que influenciam o comportamento e a tomada de decisão. Neste processo, a música exerce um papel fundamental naquilo que podemos chamar de marketing sensorial, segundo Virgílio Rocca, CEO da Mokation que destaca neste artigo a importância da música na comunicação de uma marca.
Nossas memórias são emocionais. Por exemplo, Você já percebeu como funciona nossa memória olfativa? Aquele perfume que te remete às memórias daquela pessoa especial, daquela marca, daquela loja? O mesmo impacto podemos identificar em relação aos outros sentidos. Quem nunca se pegou cantarolando a música daquela propaganda, do filme que assistiu há anos atrás, ou mesmo aquela música que te remete a boas lembranças do passado? Já percebeu como sempre vem junto com ela um turbilhão de emoções, mensagens subliminares e identidade?

As empresas podem criar uma relação emocional com seus clientes, desde que acionem os gatilhos emocionais adequados por meio das sensações. O planejamento musical certo certa em um estabelecimento pode fidelizar ou afastar o cliente, conforme o seu impacto no emocional do público. Claro que a correlação entre música e memória é muito pessoal – se uma pessoa perdeu um ente querido em um Carnaval, então um samba enredo alegre pode lhe trazer memórias tristes. Contudo, várias destas correlações são construídas socialmente, e podem ser trabalhada em um público maior. É o caso da correlação entre Carnaval e alegria, música do verão e felicidade, canções de formatura e conquistas pessoais.

Também a relação entre estilos musicais e nichos de mercado pode ser explorada. Pesquisas com adolescentes de QI elevado no Brasil mostra que esse público tende a preferir heavy metal e outras variantes de hard rock, por exemplo. Logo, explorar essa correlação faz todo o sentido. Outras correlações específicas podem ser encontradas para outros estilos: sertanejo universitário, funk, MPB, gospel, cada estilo musical conversa com um conjunto de atitudes de grupos sociais específicos.

Pesquisas recentes mostram que 70% da experiência do cliente no ponto de venda está relacionada ao estímulo audiovisual. Uma marca tem 93% mais chance de ser lembrada de maneira recorrente, e suas vendas podem aumentar em até 40% se o planejamento musical adequado foi feito com foco na marca ou estabelecimento.

Foi por acreditar na relevância da música para o marketing que decidimos trocar carreiras profissionais estáveis para construir a Mokation. Fizemos isso por acreditar na importância da música para as pessoas, e o conhecimento que acumulamos neste processo só confirmou que estávamos certos em nossa decisão.

Virgílio Rocca é CEO da Mokation e ex diretor de vendas da HP

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s